Ano novo, vida nova!

Depois de muito tempo sem postar, decidi voltar um pouco a escrever, talvez inspirado pelo assunto do titulo! Ano novo, vida nova, e quem sabe blog novo?

Já notaram que todo fim de ano as pessoas dizem a mesma coisa? “ai meu filho é ano novo, esse eu vou mudar!”. Tem a tia gorda que todo ano diz que aquele jantar cheio de carboidratos será o ultimo do ano, e que a partir do próximo irá fazer uma super dieta. Chega até a ser uma espécie de Deja Vu a cada virada de ano. Tem também aquele primo chato e mimado que não quer porra nenhuma  e promete que no ano seguinte irá estudar com afinco para não tomar bomba em 5 das 4 matérias da faculdade; o incrivel é que a cada ano ele parece mais idiota e retardado que no anterior.

Enfim, são muitas promessas, muitas esperanças e ao longo do tempo começamos a ver que tais fatos acabam ficando para trás, onde afogados na nossa mediocridade, damos valor para coisas que consideramos mais importantes e não são, ou talvez as mais rotineiras, que nos permitem ter um pouco de prazer momentâneo, sem muito esforço. Mas isso não é uma coisa que acontece com a maioria dos individuos. Acontece com TODOS. sim, com todos.

Você que escreve, se considera culto, etc, acha que a partir do momento que analisamos todos esses comportamentos somos diferentes, não somos iguais a “massa”; porém está redondamente errado. Todos os seres humanos tem por natureza temer o desconhecido, mesmo que em graus diferentes. Então quando nos propomos a fazer algo novo, temos que realmente querer aquilo, buscar uma mudança.  Mudanças são experiências nem sempre boas, porém nos dão EXPERIÊNCIA em um determinado assunto, ou situação vivida.

Posso dar como exemplo o meu caso.  Sempre me considerei um cara inteligente, com uma boa escrita, leitura vasta em diversos campos, e me considerava “diferente” da maioria das pessoas “comuns”, que iam trabalhar, tinham como planos casar, ter filhos e familia, coisa que eu abominava há algum tempo. Porém comecei a ver que eu também tinha um padrão metódico de comportamento, mesmo que fosse considerado alternativo, etc, eu caia nesse padrão.  Aí sim vi que alguma coisa estava errada. Eu estudava, chegava em casa, falava com as mesmas pessos e jogava video-game. Não que fazer essas coisas seja ruim, pelo contrário, mas somente fazer essas coisas que complica. Percebi isso e me incomodou profundamente em ver que a questão toda não é você ser diferente ou ser igual, foda-se isso, mas sim de você aproveitar mais a sua vida e reunir experiências diversas, ao invés de ficar preso no seu mundinho, com pessoas que pensam igual a você.

De um dia pro outro decidi comprar uma camêra fotográfica e entrar para um curso de fotografia, tomado por uma necessidade crescente de mudança. Foi a melhor coisa que eu fiz. Descobri um mundo novo que eu sequer tinha conhecimento, apesar de sempre curtir artes em seus diversos aspectos. Um mundo de cores, formas e coisas que eu passava despercebido e jamais iria notar, coisas que as vezes parecem tão banais e simples, mas possuem uma importância para a ordem das coisas. Acho que já comecei bem 2011.

Vi que para mudar, não é apenas necessários que façamos promessas e planos de fim de ano, mas que tenhamos força de vontade para olhar para a frente e querer que tais coisas aconteçam. Do quê adianta falar que vai parar de fumar no ano que vem, quando já se está bebado, totalmente fora de si, e a primeira coisa que faz quando acorda da ressaca da virada é acender um cigarro? Eu começo a ver que mudar não basta apenas ler Mencken ou Bukowski e falar que é culto, que se difere dos outros, etc. , mas sim começar a ter experiências que te enriqueçam e façam com que você passe a ter uma visão mais ampla do mundo em que vive, sem medo das mudanças, embora as vezes elas pareçam bem terríveis.

Abraços a todos .

 

 

Anúncios

~ por Rickribeiro em 04/01/2011.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: